Low Pressure Fitness: tudo o que você precisa saber sobre a barriga negativa

Originário da Europa, o termo, apesar de novo, já está ganhando adeptos por todo o Brasil. A técnica do Low Pressure Fitness (LPF) é também conhecida como Ginástica Abdominal Hipopressiva, ou popularmente como Técnica da Barriga Negativa. A técnica está se tornando bastante utilizada por ser eficiente na tonificação da região do core abdominal, reduzindo medidas.

Na verdade, o LPF foi criado para auxiliar mulheres a recuperar a função muscular da região do core no pós-parto. No entanto, logo se percebeu que os benefícios que surgiam com a prática eram diversos e poderiam ser desfrutados por todas.

O core abdominal é composto pela musculatura do abdômen, do quadril e da coluna lombar. O Low Pressure Fitness trabalhado corretamente ativa essa musculatura e permite a diminuição de pressão na região. A melhora expressiva na postura e no funcionamento do intestino são dois dos benefícios agregados da técnica da barriga negativa.

 

Como funciona o Low Pressure Fitness (LPF)?

É possível afirmar que o Low Pressure Fitness combina técnicas específicas de respiração, semelhantes com a respiração Uddiyana Bhanda do Yoga, e posições do RPG (Reeducação Postural Global).

Isso significa que o LPF é realizado com a aplicação de um ritmo respiratório controlado e posturas estáticas (isométricas). Em seguida, ocorre a sucção completa do abdômen, como no movimento que se faz para forçar a barriga negativa.

Esses movimentos possuem um impacto positivo na posição dos órgãos internos do abdômen, aliviando a pressão que é naturalmente exercida sobre eles. Além disso, com o fortalecimento gradativo da musculatura do core abdominal, a postura começa a melhorar. Há também o alívio de dores na coluna e a ativação do metabolismo basal, importante para o emagrecimento.

 

Low Pressure Fitness (LPF) em Criciúma

A cidade localizada no sul de Santa Catarina é uma das pioneiras na aplicação da técnica. Já é possível sentir a diferença nas primeiras aplicações do LPF, porém em 90 dias a mudança pode ser expressiva.

Sob o comando de um profissional capacitado para aplicar a técnica, as mulheres podem perder mais de 10 centímetros da circunferência abdominal. Algumas chegam a perder 12 centímetros no mesmo período.

Porém, vale ressaltar que o LPF não elimina os depósitos de gordura do corpo. A perda de medida se dá com a modelagem do corpo, o alongamento do diafragma e o fortalecimento do core abdominal.

Combinar o LPF com outras atividades físicas pode fazer com que o percentual de gordura diminua e o emagrecimento como um todo seja possível.

Em linhas gerais, a aplicação da técnica dura em torno de 30 minutos. As posturas para aplicação variam com a paciente em pé, sentada ou ajoelhada. Cada caso é um caso e o profissional é o responsável por decidir a sequência que atenda às necessidades de cada pessoa. O grau de dificuldade das posturas vai aumentando com o passar do tempo.

A técnica do LPF pode ser aplicada em qualquer pessoa, exceto em gestantes. Embora os movimentos pareçam fáceis de serem realizados, não é aconselhável praticá-los sem a supervisão de um profissional capacitado.



Leia Mais