Unha encravada: entenda o surgimento e como tratar

Problema geralmente ocorre nos dedos dos pés


A unha encravada, como é popularmente conhecida, ou onicocriptose, geralmente aparece nos dedos dos pés. Inicialmente, em um nível mais leve, é possível tratar sem cirurgia e até mesmo em casa.

Trata-se de uma inflamação provocada pela unha, que cresce em direção à pele e pode lesionar a derme e a epiderme.

Causas do problema

 

  • Traumas nas unhas dos pés por prática de esportes e atividades físicas
  • Tropeços, batidas e quedas de objetos
  • Calçados apertados e ou de tamanho inadequado
  • Cortar a unha muito arredondada, o que propicia elevação nos cantos e, consequentemente, lesão
  • Cortar as cutículas
  • Falta de higiene nos pés
  • Transpiração excessiva
  • Variações na anatomia

Graus e sintomas

 

O sintoma varia de acordo com o grau:

Grau 1: dor

Grau 2: dor, inchaço e vermelhidão

Grau 3: inchaço acentuado com presença de pus e ou sangue

É preciso se atentar para mudanças na aparência das unhas, como mau cheiro e coceira.

Quem mais tem propensão a ter?

 

É comum surgir em adolescentes e adultos entre 20 e 30 anos. Idosos acima dos 60 também, já que as unhas têm tendência a ficarem mais grossas e curvadas com o tempo.

No entanto, há maior incidência em homens, principalmente em atletas pela prática de esportes. Pessoas com diabetes têm mais propensão de adquirir infecções nos pés, o mesmo acontece para quem tem problemas de circulação.

Tratamento

 

O especialista irá avaliar o tratamento em consideração ao grau de desenvolvimento do problema. Embora a presença de pus possa ser sinal de infecção, não espere o grau avançar.

Tratamento caseiro:

 

  • Em estágio muito inicial, você pode deixar as unhas encravadas de molho em água morna ou quente. Cerca de 20 minutos é suficiente.
  • Levantar os cantos da unha e colocar ali algodão ou mesmo gaze. O objetivo é impedir que entre na pele e cause inflamação. Não deixe de trocar o algodão diariamente depois de colocar o dedo de molho na água.
  • Passe algum cicatrizante ou solução antisséptica para evitar infecção na região.

Às vezes, não mexer corretamente pode piorar o problema. Por isso, a melhor escolha ainda é procurar um especialista.

Cirurgia 

 

Quando o problema não pode ser resolvido com nenhum tratamento mais simples, como corte e elevação, um procedimento cirúrgico deve ser adotado.

A cirurgia consiste em retirar parte da unha encravada e geralmente é aplicado anestesia local. O especialista ainda indicará o uso de pomadas com antibióticos. Antibióticos orais também podem ser receitados.

Para evitar, procure sempre manter a higiene dos pés, cortar as unhas retas, não usar calçados apertados e trocar de meias diariamente.



Leia Mais

Nanoskin

Nanoskin

Nanoskin é uma tecnologia inovadora no tratamento de lesões causadas por inúmeras doenças Nanoskin é um produto 100% biológico, patenteado, que em...