Prótese de panturrilha: como o procedimento é realizado?

 

Nem sempre as curvaturas naturais dos músculos do seu corpo agradam você, certo? Por isso para obter a aparência desejada existe a opção de recorrer a procedimentos estéticos e cirúrgicos.

 

Apesar de os implantes serem mais comuns nos seios e glúteos, as panturrilhas também merecem atenção especial. Com o implante de panturrilha, por exemplo, é possível aumentar o volume da região, obtendo curvas naturais e totalmente assimétricas.

 

Prótese de panturrilha: o que é e para que serve?

 

A prótese de panturrilha consiste na inserção de uma prótese de silicone na região, de forma semelhante aos implantes de silicone nas mamas e nos glúteos.

 

Apesar de sua indicação ser estética – harmonizando a projeção dos músculos locais considerando a proporção corporal – o procedimento também é interessante em quadros acidentais e de saúde.

 

Uma vez aplicada a prótese de panturrilha, é esperado que o paciente melhore sua autoestima e sua relação com a aparência, exibindo a região da panturrilha com mais segurança.

 

Como é realizado o procedimento?

 

Comparando-se com outros implantes, o de panturrilha é um procedimento simples. É realizado com o paciente sob anestesia, que pode ser peridural ou geral – dependendo da avaliação clínica da equipe.

 

A incisão para o procedimento é realizada na dobra posterior dos joelhos. Através desta abertura, o cirurgião insere a prótese e a posiciona entre a pele e a musculatura da panturrilha. Ao finalizar o inserção, a incisão é fechada.

Quais os principais cuidados no pós-operatório?

Apesar de ser um procedimento extremamente simples, o pós-operatório requer alguns cuidados.

 

  • Nos primeiros 14 dias, recomenda-se repouso total do paciente. Durante este período, também é indicado evitar exposição frequente ao sol e friagem.

 

  • Respeite as datas estipuladas pela equipe médica para a troca de curativos. É essencial manter o local seco, evitando molhar o curativo inicial.

 

  • Após retirar os curativos, recomenda-se manter a região protegida pelo micropore por 2 semanas.

 

  • As sessões de drenagem linfática devem ser iniciadas assim que indicadas pelo médico. O ideal são, no mínimo, 10 sessões.

 

  • Não force a região da panturrilha. Quando precisar se levantar ou se sentar, peça auxílio.

 

  • Aguarde ao menos 4 semanas antes de voltar a dirigir.

 

  • Utilize apenas os medicamentos e analgésicos receitados pelo médico. Não modifique os medicamentos por conta própria.

 

  • Após a retirada dos curativos, mantenha uma rotina de massagens por 3 meses, sempre utilizando os cremes receitados pelo médico.

 

Para que o implante de panturrilha seja realizado corretamente, bem como os resultados obtidos sejam os mais satisfatórios possíveis, é indispensável optar por um corpo clínico que realmente tenha expertise no assunto. Seguir as recomendações propostas pelo médico responsável também é de extrema importância.

 

Entre em contato conosco e tire todas as suas dúvidas sobre a prótese de panturrilha, bem como os demais procedimentos estéticos propostos pela nossa clínica. Até breve!

 



Leia Mais