Importância da vacinação infantil

Vacinação infantil. Qual a idade para início da vacinação infantil? Quais são as vacinas que não são oferecidas pelo SUS? Prevenção, essa é a importância...

Prevenção. Essa é a importância da vacinação infantil. Quando uma criança é imunizada, fica protegida de bactérias e vírus que causam doenças.

Outro fator que deve ser considerado é que em casos de doenças transmissíveis, a vacinação infantil protege não apenas a criança imunizada, como outras que por vários motivos não receberam vacina. Os anticorpos produzidos defendem o organismo das crianças, por isso a vacinação infantil é sempre recomendada.

Proteção e prevenção desde a menor idade

Muitos pais recusam vacinar seus filhos por medo dos efeitos colaterais, porém, reações graves às vacinas são raras. Quando uma criança é vacinada, está prevenida de pegar, desenvolver ou transmitir algumas doenças.

A vacinação infantil preserva a saúde das crianças, e vale lembrar que o prejuízo da não vacinação é muito maior: os pequenos adoecem com mais facilidade porque o sistema imunológico não está fortalecido e ficam sem defesa para doenças altamente contagiosas. Em alguns casos, pode-se levar à morte por falta de imunização.

Idade para início da vacinação infantil

O Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde faz recomendações de que a vacinação infantil comece cedo.
Ainda na maternidade deve ser aplicada a BCG contra tuberculose e vacina contra hepatite B.

Caso a BCG não seja em uma única dose, é necessário que a criança tome novamente a partir dos 6 ou 7 anos até os 10 anos de idade. A vacina contra hepatite B necessita de mais duas doses: aos dois meses de idade e depois aos seis meses.

Saber quais são as vacinas que não são oferecidas pelo SUS também é proteção

O SUS realiza vacinação periódica de crianças e programas de incentivo à imunização são um bom lembrete para os pais ficarem atentos com a imunização de seus filhos, porém, algumas vacinas não são oferecidas pelo SUS e sim por clínicas particulares, como é o caso da Influenza para gripe e meningite.

Principais vacinas

BCG: logo ao nascer, protege contra tuberculose.
Vacina pentavalente: protege contra difteria, tétano, coqueluche, meningite e hepatite b.
Vacina Poliomielite 1,2,3: contra a paralisia infantil.
Vacina Febre Amarela: para pessoas que vivem onde há casos da doença de febre amarela.
Tríplice viral: protege contra o sarampo, a caxumba e a rubéola.
Tetra viral: protege contra doenças da vacina tríplice viral e varicela.
Hepatite a: contra o vírus da hepatite A.
Hepatite b: contra o vírus da hepatite b.
A Clínica Luciano Schultz realiza vacinação para: ACWY, Meningo B, varicela, penta, Hexa, rotavírus, Pneumo 13, Pneumo 23, influeza, HPV, herpes zoster, hepatite a e DTPA.



Leia Mais

Micose nas unhas

Micose nas unhas

A onicomicose é conhecida popularmente como micose nas unhas. O aspecto amarelado, deformado e espesso das unhas dos pés e das mãos é resultado de...